sábado, 1 de fevereiro de 2014

ANO SABÁTICO


Era o último de um período de sete anos. Nele o escravo hebreu tinha direito de recuperar a liberdade (Êxodo 21,2-6); os campos, vinhas e olivais deviam ficar inexplorados (Êxodo 23,10s). Ver Levítico 25,2 Deuteronômio 15,1 Jeremias 34,8. ese 31,11-13 Êxodo 3,2-5 Juízes 2,1-4). A preocupação com a transcendência divina (Deus, um ser distante e diferente), leva a falar dos anjos como intermediários (Êxodo 14 Êxodo 23,20-23 Números 22,22-35 Juízes 2,1-4 Juízes 6,11-24 Juízes 13,3-23 Gálatas 3,18-22 Êxodo 14,19-20). Eles são, portanto, os mediadores da Aliança. À maneira de um monarca oriental, cercado de cortesãos, Deus passa a ser visto como rodeado de anjos (Gênese 28,12 João 1,51 1Reis 22,19-23 Isaías 6,2-6 Jó 1,6-12 Mateus 16,27), organizados numa verdadeira hierarquia (Gênese 3,24 Isaías 6,2 Efésios 1,21 Colossenses 1,16 1Pedro 3,22 1Tessalonicenses 4,16).



A crença nos anjos se desenvolveu muito após o exílio. Por isso, o Novo Testamento insiste na superioridade da mediação de Cristo sobre a dos anjos (Hebreus 1,4-6 Hebreus 2,5-16 Efésios 1,20-23 Colossenses 1,15-20). s cristãs os anciãos governavam as igrejas locais (Atos 11,30 Atos 14,23 cf. 1Pedro 5,1 e nota).

Nenhum comentário:
Write comentários

Postagens mais visitadas


contador de visitas

Postagens mais Recentes

Music BlogsPageRank
eXTReMe Tracker


Postagens mais Recentes